Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

PASSAGEM DE ASTEROIDE NESTE FINAL DE SEMANA



Neste domingo, 07/09/2014, um asteroide das dimensões de uma casa, nomeado “2014 RC” passará pelo sistema Terra-Lua, quase dentro da orbita geossincrônica dos satélites. Na sua maior aproximação, em 7 de setembro, em torno de 18h18 UTC, a rocha espacial de 20 metros de largura passará exatamente a 40.000km acima da Nova Zelândia. O diagrama abaixo desenvolvido pela NASA mostra a geometria do encontro:

Este encontro não apresenta perigo para a Terra.

O asteroide 2014 RC foi descoberto na noite de 31 de Agosto pelo Sistema Catalina Sky Survey em Tucson, Arixona, EUA, e independentemente detectada na  noite seguinte pelo telescópio Pan-STARRS 1 localizado no topo do Haleakala, em Maui, Hawaii. Os observações que se seguiram confirmaram a órbita do 2014 RC: ainda se encontra além da órbita de Marte.

A aproximação dessa rocha especial oferecerá aos pesquisadores uma oportunidade ímpar para estudar alguns mistérios que cercam os asteroides desse tipo. Mesmo astrônomos amadores estarão habilitados a acompanhar a aproximação. Pela hora da maior aproximação ele aparecerá com magnitude de +11,5 passando pela constelação de Pisces. Isso significa que será invisível ao olho humano, mas será um alvo relativamente fácil para os telescópios de médio e pequeno portes equipados com câmeras CCD. [efemérides] [órbitas 3D]

De acordo com a NASA “[a órbita do 2014 RC] o trará de volta para as vizinhanças do nosso planeta futuramente. Os movimentos futuros desse asteroide serão mais acuradamente monitorados, porém nenhum encontro ameaçador para a Terra foi ainda identificado.

            Recent & Upcoming Earth-asteroid encounters:
Asteroide
Data(UT)
Distância aproximada
Tamanho
Sep 1
5.5 LD
17 m
Sep 3
7.9 LD
34 m
Sep 4
2.4 LD
14 m
Sep 5
6.7 LD
28 m
Sep 7
0.1 LD
19 m
Sep 9
1.9 LD
3 m
Sep 9
47.9 LD
1.8 km
Sep 16
2 LD
34 m
Sep 19
65.9 LD
1.1 km
Sep 26
34.6 LD
1.1 km
Sep 30
61.2 LD
1.1 km
Oct 7
35.5 LD
1.9 km
Oct 9
5.8 LD
34 m
Oct 31
52.4 LD
1.0 km

Notas: LD significa "Lunar Distance." 1 LD = 384,401 km, a distância média entre a Terra e a Lua. 1 LD também equivale a 0.00256 AU (Unidade Astronômica, que é a distância entre a Terra e o Sol, de aproximadamente 150.000.000km). MAG é a magnitude visual do asteroide na data de maior aproximação.

Tradução, versão e adaptação livre de Luiz Carlos Gomes, a partir da página eletrônica http://spaceweather.com/ em 05/09/2014.