Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Radiações em uma viagem aérea

Os leitores regulares do site Spaceweather.com costumam seguir os relatos das viagens de Tony Phillips, o qual tem passado as últimas semanas viajando em jatos comercias através dos EUA indo para lá e para cá para participar de eventos em Washington DC. Além de sua bagagem usual, ele tem carregado um par de sensores de radiação a bordo. Viajando na classe econômica de um voo da US Airways de Reno a Phoenix em 11 de novembro, Phillips registrou doses de taxas de radiação que eram quase 30 vezes maiores que as taxas encontradas no solo. Em 15 de novembro ele colheu dados de uma jornada de retorno, voo 2407 da American Airlines de Washington DC para Chicago. Não foi bom.

A radiação que pode ser encontrada nesses voos são provenientes do espaço –isto é, raios cósmicos que penetram a atmosfera terrestre e atingem a profundidade atmosférica que corresponde à altitude da aviação comercial. No gráfico podemos ver como a altitude faz a diferença: a 39000 pés (12000m), o voo de Reno a Phoenix estava mais próximo do espaço e experimentamos o dobro de radiação daquele de DC para Chicago a 28000 pés (quase 9000m).

O sensor de radiação que Phillips usou para fazer essas medidas é do mesmo tipo daquele utilizado pelo grupo Earth to Sky Calculus e que normalmente voa a bordo de balões meteorológicos cheios de hélio para medir os raios cósmicos na estratosfera. Ele detecta raios-X e raios-gama na faixa de energia de 10keV a 20keV, quantidade de energia essas similares àquelas usadas em máquinas médicas de raios-X e scanners de segurança dos aeroportos.

Podemos então contextualizar esses dados comparando com os raios-X utilizados na medicina. Em apenas uma única hora de voo entre Reno e Phoenix em 11 de novembro os passageiros foram expostos à mesma quantidade de radiação com raios-X encontrada em um consultório dentário. Pode-se inferir que uma exposição desse tipo em um voo ocasional não é um bom negócio, mas a NASA aponta ainda que voos frequentes de 100.000 milhas ou mais pode acumular doses equivalentes a 20 raios-X de tórax ou 100 raios-X odontológicos. Todos com seu avental de chumbo?

Alguns especialistas que leram esses relatos no Spaceweather.com dizem que os raios-X e os raios-gama representam somente uma fração da radiação presente nas altitudes de cruzeiro da aviação. A dose verdadeira pode ser duplicada ou triplicada se considerarmos os nêutrons, um componente dos raios cósmicos muito bem conhecidos por serem especialmente ótimos para fornecer energia para os tecidos humanos.


Tradução, versão e adaptação livre de Luiz Carlos Gomes, a partir do endereço eletrônico http://spaceweather.com/archive.php?view=1&day=17&month=11&year=2014.